expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Vícios | Quem não os tem?


Vamos falar de vícios. Sim vícios, todagente os tem, não é verdade? Uns mais saudáveis outros menos saudáveis, mas quem nunca? Se há quem tenha o vício do tabaco, do álcool ou da comida, o meu vício é o consumista (entre outros diferentes mas este considero o mais presente). Apesar de bem mais regrado, continuo a ter imensas coisas que quero adquirir e vou adquirindo com o tempo e à medida da minha disponibilidade. Desde há uns largos meses que sou uma pessoa muito mais ponderada e no que toca ao consumismo, faço questão de o ser ainda mais. O dinheiro na verdade não abunda e quando se tem outras prioridades na vida a coisa tende a ser mais controlada e os gastos bem mais curtos, apesar de achar por bem aproveitar um pouco mais a vida, e por isso gastar um pouco mais naquilo que gostamos e que nos faz feliz, enquanto se está na casa dos pais e por isso ainda não paga contas... Apesar disto, penso sempre muito bem se realmente preciso daquela coisa, se tem que ser naquele momento ou se posso adiar um pouco, e se pelo menos eu vou dar-lhe uso para não cair no erro de comprar e ficar guardado a um canto - é uma regra obrigatória.

A minha perdição são sem dúvida sapatos e malas. Logo a seguir claro,  maquilhagem, acessórios e por aí adiante. As malas e os sapatos são coisas que uso todos os dias e por isso, na minha cabeça faz sentido ter alguma variedade, não ao ponto de perder a cabeça mas pelo menos ter o suficiente para poder adequar ao guarda roupa, à ocasião e ao meu mood. Sejamos sinceros, mulher que é mulher tem mala e sapatos para tudo.

Resultado de imagem para shop gif

Já no que toca à maquilhagem não sou tanto assim. Em primeiro ponto, tenho bem presente que não faz sentido ir comprando paletas atrás de paletas porque afinal, são coisas que duram eternidades como novas, guardado numa gaveta porque acabamos por nem usar metade e para não falar no dinheiro que fica empatado.. Em segundo, não me maquilho todos dias embora seja uma coisa que eu adoro, logo a necessidade para comprar não é tanta porque como disse, acaba arrumada.

Isto tudo para vos dizer que isto de ter planos para sair de casa dos pais faz-nos pensar muito bem na parte financeira porque não é só amor. Ainda mais agora, que estamos a mobilar a nossa primeira casa e todos os meses entre os dois lá vão 200€ e 300€ pela janela - custa, é  bem verdade, mas sabe tão bem ver a coisa a ganhar forma. A nossa casa a ser vestida com mobília, cor, objectos, etc, etc, AMO! Os pequenos detalhes pensados a dois, é maravilhoso.

Resultado de imagem para shop gif

Quem nos dera que o amor e uma cabana fosse de facto o suficiente, mas a gestão de tudo (financeira, de tempo, de recursos, de tarefas) tem que estar bem presente e ambos têm que estar na mesma onda porque senão meus amigos, a coisa pode correr mal.

Só para terem uma noção do meu compromisso para com isto; eu o mês passado comprei "para mim": um cartão de memória micro SD de 8gb para o meu telemóvel que já chorava por falta de espaço à meses e eu a querer instalar app's não podia; e uns chinelos daqueles da Primark que são dois pares por 2,50€ ! Os únicos chinelos que tinha, andam na mala do ginásio para tomar duche.
Isto tudo porquê?? Simplesmente porque meti na cabeça que não queria gastar dinheiro em nada que não me fizesse falta, e voilá, objectivo cumprido. Há vícios e vícios e quando não pode mesmo haver excessos nem gastos à toa, simplesmente não há e pronto.

E vocês, o que me dizem? Quais são os vossos vícios?

Contem-me tudo *

See yah later, alligator *

C.C

2 comentários:

  1. Livros, livros e malas - este mês já gastei dinheiro em nda a não ser a prenda para o dia da mãe xD

    ResponderExcluir
  2. AH mentira!!!! comprei uma t-shirt para o ginásio do got

    ResponderExcluir

Obrigada pela tua visita! Responderei a todos os comentários na respectiva publicação.

C.C